A “revitalização” da praça do Japão

Eleitoreira ou necessária, a reforma da praça do Japão, em Curitiba, teve o efeito de uma bomba nuclear. A prefeitura chamou a coisa de “revitalização”, mas conseguiu piorar o espaço em quase todos os aspectos.

O antigo piso foi trocado por uma versão mais barata e feia. Grandes extensões do gramado foram cobertas por esse piso, com o claro propósito de abrir mais espaço para barracas de comidas típicas no Haru Matsuri.

O novo piso teria a vantagem de ser “antiderrapante” e permitir a absorção de água da chuva (black rain) – claro, como se a praça enfrentasse problemas de drenagem e todos escorregassem por causa de mau carma…

Mas o aspecto mais deplorável – e visível – da reforma é a nova iluminação. A maior parte da praça recebeu luminárias dignas da área de serviço da casa de praia mais chinfrim. Mas o pior não é proporcionado pelas luzes “à la IML”: o portal e o pagode agora são iluminados por luzes violetas (!).

Conseguiram mesmo fazer a praça parecer um pedacinho do Japão: o dos bordéis freqüentados pelas tropas americanas durante a ocupação.

Enquanto isso, os usuários da praça continuam sofrendo o velho problema de acesso. Sem uma faixa de pedestres ou um semáforo, na hora do rush é quase uma missão kamikaze chegar até ela.

Atualização (21/10): a praça é do Japão mas as lâmpadas são made in China. As novas luzes violetas já apresentam defeitos. Reforçando a aparência de bordel, agora elas piscam.

Anúncios

Tags: , , ,

9 Respostas to “A “revitalização” da praça do Japão”

  1. normanchap Says:

    Bom, eles cortaram aquele areal inútil do lado dos táxis e melhoraram o canto entre o pagode e a república. E não sei se confio na minha memória, mas eles tiraram aquele pênis que saía da terra, não tiraram?

  2. Galeb Says:

    E as carpas meu Deus, onde foram parar as carpas?

  3. André Says:

    Ótimo texto! Eu ia escrever sobre essa “revitalização”. Aliás, ainda quero! hehe Essas maquiagens do Beto foram de matar!

  4. Nikola Says:

    Me so horny.
    Me sucky sucky.
    Me love you long time.

    É um bordel vietcong. Agora so faltam os arbustos de plástico no formato de coelho do Estação.

  5. Nikola Says:

    Esse papo de “antiderrapante” é ridículo. E o da “absorção da água da chuva também”. É um parque! Isso é problema em ruas e calçadas sem nenhuma área verde. Qualquer cidade que se preze utiliza materiais nobres/resistentes para locais de alto tráfego (praças centrais, parques, ruas para pedestres). E os caminhos que anteriormente eram curvilíneos foram podados por um machado, ou seja, pela preguiça de quem tinha de recortar os blocos do piso para adequá-los ao traçado dos caminhos. Eu quero saber quanto custou essa brincadeira…

  6. Iris Says:

    Ótimo!!!!

    Agora, por favor, faça um cometário sobre a Praça Tiradentes e as tantas outras que foram “revitalizadas”….

  7. Carlos Says:

    Mudamos para o wordpress: emboanca.wordpress.com

  8. Norman Chap Says:

    Good Lord! Você está esperando que imploremos de joelhos? Sim, sim, sabemos do problema da conexão, mas imagino que você ainda tenha Word e freqüente domicílios ou estabelecimentos com acesso à rede mundial.

  9. Iris Says:

    Além do que não é difícil ir até uma lan house para escrever… ou ir na casa de algum amigo para postar… Eu deixo você usar o computador da casa do Carlos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: