A guerra do papel

3323328.jpg
Dois sujeitos encontram uma utilidade para um tijolaço do Robert Fisk.

Que insanidade, A Grande Guerra pela Civilização tem 1495 páginas, Pobre Nação, 966. É muito papel, mesmo para os padrões da velha ladainha antiamericana.

Anúncios

Tags: , ,

3 Respostas to “A guerra do papel”

  1. Galeb Says:

    Apenas para constar como curiosidade ou piada. Esta semana o Olho do Museu Oscar Niemeyer passará por uma limpeza. Quem patrocina: Instituto de Oftalmologia de Curitiba (IOC). O próximo passo é lavar o Homem Nu com apoio da Ação Social.

  2. acurtoprazo Says:

    Meu comentário foi tão ruim assim que aposentou o blog?

  3. Samuel Maice Says:

    Nem precisa usar pra esconder arma.

    Livros do Robert Fisk já servem para dar um bom tijolaço no crânio de alguém.

    Sei que o que vale é a intenção, mas fico com pena de quem ganhou algum desses mamutes de presente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: